11-01-17

Delegado Anselmo é a alma do ativismo político da PF e combate Lula em prol da direita golpista

"A Lava Jato perdeu o senso do ridículo para atacar Lula". (Resposta dos advogados de Lula sobre a perseguição e as acusações levianas e sem pé e nem cabeça contra o ex-presidente, que lidera pela quarta vez as pesquisas eleitorais).

O inferno não tem fim. A meganhagem e os togados de primeira instância infernizam o Brasil e afundam sua economia, mas não vão parar enquanto eles souberem que Luiz Inácio Lula da Silva, a despeito de não ter roubado e não ser corrupto, estiver à frente das pesquisas eleitorais, pois o sistema de capitais que essa gente do Judiciário defende e protege seus interesses não tem como, apesar de controlar as mídias privadas e oligopolizadas, fazer com que um candidato de direita e certamente envolvido com o golpe de estado de 2016 vença as eleições presidenciais de 2018.
 
Contudo, o esforço é grande, multifacetado e direcionado para destruir, desconstruir e eliminar o nome de Lula da vida brasileira, bem como fazer com que o povo, que nunca foi beneficiado e tratado como cidadão como ocorreu nos governos de Lula e de Dilma Rousseff, esqueça o legado social e econômico deixado pelo presidente trabalhista e de esquerda, que saiu do poder com 87% de aprovação popular, um índice maior do que o do mundialmente conhecido Nelson Mandela, quando este deixou a presidência da África do Sul.
 
Lula para essa gente tacanha e que, de acordo com seus advogados perdeu o senso de ridículo, é "chefe de quadrilha", e, consequentemente, deveria ou teria a obrigação de saber da roubalheira da Petrobras, por exemplo. Só que os argumentos dos meganhas, assim como todos sabemos que quando um policial começa a abusar do poder ele passa a fazer meganhagem barata e criminosa e não investigações e conclusões sérias e isentas, como o é de sua obrigação constitucional e institucional, não condizem com a realidade dos fatos e, com efeito, as acusações não passam de ilações maledicentes, perversas e, indelevelmente, políticas.
 
A verdade é que delegados, procuradores e juízes da Lava Jato se tornaram os principais sustentáculos dos golpistas e usurpadores que estão no poder e que, sem sombra de dúvida, contam com a militância golpista e de direita dos meganhas e togados que perderam, definitivamente, o pudor, porque perseguem, sem dar trégua e água, um político de rara grandeza, que mudou o Brasil para sempre e para melhor, bem como o brasileiro mais respeitado no mundo, conforme comprovam as declarações de pessoas importantes, que consideram ter acontecido no Brasil mais um golpe de estado promovido por uma burguesia atrasada e apoiada por servidores públicos do Judiciário.
 
Trata-se de um consórcio de direita que está a sustentar o golpe bananeiro e cucaracha, pois, irremediavelmente, envolvidos com esse processo dantesco, que está a ser denunciado em todos os fóruns internacionais, porque no Brasil o Judiciário (STF, PGR e PF), inacreditavelmente, é parte intrínseca do crime de golpe contra a Nação brasileira e a mandatária legítima, pois republicanamente reeleita, que não cometeu crime de responsabilidade e não passou a mão na cabeça dos corruptos, que ora tomam de assalto o poder central e mesmo assim foi deposta por um golpe suscitado pelo PSDB, PMDB, DEM, PPS, Imprensa de mercado, Fiesp do pato corrupto e coxinhas desvairados e despolitizados de classe média.   
 
Lula, para os golpistas de plantão e que desejam impedir que o político trabalhista seja candidato de qualquer forma e maneira, deve ser um idiota, iguais aos coxinhas que acreditam no Judiciário militante político e na imprensa burguesa historicamente golpista. Porque, vejamos: 1- Lula é dono do triplex do Guarujá; 2) Lula é dono do sítio de Atibaia; 3) Lula é dono de apartamento vizinho ao seu que ele aluga; 4) Lula é dono de terreno onde ele construiria o Instituto Lula, cuja sede está edificada em outro terreno há 26 anos; 5) Lula recebeu propina para aprovar a compra de aviões militares suecos e seu filho, Luís Fábio, "deitou e rolou" com tais aquisições; 6) Lula guardou os presentes e homenagens recebidos em seus dois governos, sendo que para a PF e o MPF o ex-presidente para guardar seu acervo contou com o dinheiro de propinas da OAS; e 7) Lula prorrogou incentivos fiscais por meio de medida provisória para montadoras de veículos e seu filho, o Lulinha, recebeu R$ 2,5 milhões para implementar no Brasil, junto com sócios, o futebol americano. Ponto.
 
Então tá. Vou direto ao ponto para falar dos devaneios e das irresponsabilidades dos políticos e militantes de direita da Lava Jato, que estão implicados com o golpe acontecido na Bananalândia e lutam ideologicamente para impedir que o Lula se torne candidato a presidente. 1) O triplex está no nome do verdadeiro dono da obra: a OAS, como sempre esteve. Lula e sua esposa, Maria Letícia, nunca tiveram a posse da chave do imóvel; 2)  Lula não é dono do sítio de Atibaia, que pertence a dois amigos do líder do PT, que compraram a fazendola com cheques administrativos, conforme comprova o cartório e o contrato de compra do terreno; 3) O apartamento vizinho ao do imóvel em que Lula mora há décadas é alugado pelo ex-presidente, que tem todos os recibos de pagamentos do aluguel; 4) Lula não é dono do terreno onde, supostamente, ele construiria a sede do Instituto Lula. 5) A escritura do terreno está em nome de pessoas que nunca tiveram quaisquer contatos com o Lula. Devaneio completo dos meganhas.
 
O Instituto Lula é edificado no terreno onde está há 26 anos; 6) Lula recebeu presentes e homenagens em oito anos no poder. Quem cuidou de guardar e organizar o acervo de Lula foi a Secretaria de Administração da Presidência da República. Após terminar seus mandatos, os presidentes recebem o acervo e eles que são os responsáveis por guardá-los e mantê-los, o que se tornar inviável, pois o volume é grande e os ex-mandatários precisam de cooperação de gente especializada para tratar do assunto; e 7) O escândalo do Carf do Ministério da Fazenda é grandioso, porque megaempresários de empresas poderosas e famosas estão envolvidos com corrupção ativa, pois pagaram altas somas em dinheiro sujo para terem suas multas e outras punições perdoadas ou diminuídas pelo Estado brasileiro.
 
Para mudar o enfoque e não colocar inúmeros empresários corruptos na cadeia, togados e meganhas resolveram, de forma ladina, direcionar o escândalo para atingir a moral e a cidadania de Lula e seu filho. Então, tá: empresários roubam e sonegam bilhões de reais e o filho de Lula recebe apenas R$ 2,5 milhões para que, junto com seus sócios, fomentar o futebol americano no Brasil. Seria cômico se não fosse trágico e ridículo. A verdade é que Lula, sua família, seus amigos e colaboradores estão a sofrer um incomensurável bullying, que se transformou em lawfare, que significa a manipulação do Direito, dos processos e inquéritos por parte de agentes do Estado para derrotar e destruir aquele que é considerado inimigo. E o inimigo da PGR, do MPF, da PF, da Lava Jato e do STF é o Lula. Ponto.
 
As acusações são ridículas e só convencem adolescentes e coxinhas politicamente conservadores e socialmente preconceituosos, além dos ricos, que, evidentemente, querem mais que o Brasil se exploda, porque é na bagunça, na desinformação, na manipulação, na covardia, na injustiça e na esculhambação que se ganha mais dinheiro e se derrota os inimigos sem vencer as eleições, como fizeram o PSDB, o PMDB, o DEM, o PPS e a camarilha golpista que os acompanha. Todo mundo vê. Todo mundo sabe disso. Essa gente pensa que todo mundo é idiota. Só que não é...
 
O delegado Márcio Anselmo e a Operação Lava-Jato há muito tempo perderam o senso de ridículo e o  pudor. Anselmo é militante político, como comprovou seu facebook, no decorrer das eleições de 2014. Aliás, não somente ele, mas uma penca de delegados federais vinculados aos interesses políticos da Lava Jato, a  ter como liderança o justiceiro Sérgio Moro, que atua nesse processo draconiano e kafkiano como juiz, promotor e delegado. Trata-se da multiatividade juramentada desde que contra o Lula, o PT e seus aliados, porque prender os demotucanos "não vem ao caso".
 
Sérgio Moro só não pode mais ir à universidade importante na Alemanha, local onde mostraram cartazes a pedir cadeia para o juiz de primeira instância, além de ter sido muito questionado e vaiado por causa de seu partidarismo atávico e inquestionável seletividade, que envergonha a Nação e deixa indignados milhões de brasileiros, que não foram ás ruas dar golpe de estado e vestir a camisa amarela da CBF acusada de corrupção, assim como bater panelas de barriga cheia. Moro tem de se cuidar para não virar pixuleco, pois em inúmeros protestos, bem como nas redes sociais sua figura já é apresentada dessa forma. A vida é igual à roda: gira e o indivíduo fica por cima mas também por baixo. C'est la vie.
 
O servidor público de classe média alta e concursado, Márcio Anselmo, chamou o maior político da América Latina e um dos mais aclamados do mundo, principalmente quando estava no poder, de "anta". Isto mesmo. O político trabalhista e de esquerda, dono de uma biografia de lutas que poucos políticos e cidadãos têm, para o delegado concursado e politicamente conservador, Lula é idiota. Ou não? Anta como insulto significa idiota. O fundador do PT e da CUT, um dos principais articuladores do G-20 e do Brics, que foi presidente duas vezes e que elegeu sua candidata duas vezes é idiota para o delegado Márcio Anselmo. Não é um gênio esse sujeito? O Lula é anta e o Anselmo é gênio. Tá bom assim? Satisfeito? Então, tá. Dizem que o Narciso acha feio tudo o que não é espelho...
 
O delegado "aecista" defendeu a candidatura Aécio Neves, que derrotado não aceitou a derrota e foi para as ruas fomentar o golpe cucaracha. Afinal, não há nada mais cucaracha e de terceiro mundo do que os donos da casa grande escravocrata e seus capitães do mato. É histórico e consta na história do Brasil. A "elite" brasileira é o próprio atraso e retrocesso. O provincianismo em doses cavalares e a violência como forma de negociação e diálogo.
 
O Brasil dos ricos e brancos é a autêntica e genuína Bananalândia, lugar onde morrem assassinadas 58 mil pessoas por ano. Nem no Vietnã ou na Síria ou no Iraque. Evidentemente, que o Poder Judiciário tem muita, mas muita culpa mesmo por este inferno chamado de Brasil. Depois essa gente escrota vai morar em condomínios fechados com vigias armados até os dentes, andar em carros blindados e comprar casas e mandar seus filhos estudar no exterior. Esta é a moral da maioria dos golpistas de direita, como exemplificam as palavras terríveis e insensatas do deputado Nelson Marquezelli (PTB/SP), que disse a um jornalista, na Câmara dos Deputados, que se as pessoas não tiverem dinheiro para pagar faculdade que não estudem.
 
Esta é a lógica fascista que se expande no Brasil em todos os campos de atividade humana, como evidenciam e efetivam os operadores da Lava Jato e de outros setores do Judiciário, do MPF e da Justiça. Para quê serve o Pronatec, o Sisu, o Enem, o ProUni, o Fies e o Ciência sem Fronteiras e o Pré-sal destinado à educação e à saúde? Para a direita, dona da casa grande, não serve para nada. E por quê? Porque pobres, negros, índios, mulheres, e trabalhadores se começarem a estudar e se formar não haverá mão de obra barata, nem mesmo se poderá fazer uma lavagem cerebral em quem começou a pensar e a questionar as coisas da vida e da existência.
 
Então, por meio do golpe bananeiro e, com efeito, por todos esses motivos já elencados, torna-se, indubitavelmente, violenta e elitista a razão do golpe praticado pelos os algozes do povo brasileiro. Corta-se na raiz as oportunidades de igualdade e as pretensões da plebe para ter uma vida digna e ter acesso a profissões mais qualificadas e com melhores salários. A direita toma o poder central de assalto, como os bandidos tomam as ruas, os comércios, os bancos e as residências, a ficar tudo como dantes no quartel de Abrantes.
 
É necessário sistematicamente salientar que derrotar Lula é derrotar um projeto de País autônomo e independente, que também efetiva paralelamente um conjunto de programas de inclusão social, que dão oportunidades de vida às pessoas e as incluem no consumo e na compra de bens duráveis, móveis e imóveis. A desconstrução do estado de bem-estar social e a venda de estatais estratégicas e importantíssimas para o País são crimes de lesa-pátria e de traição, que deveriam causar severas punições aos traidores e golpistas, que usurparam a Presidência da República, como se o Brasil fosse o pardieiro onde os golpistas e suas corjas fazem o que quer e o que lhes aprouver.
 
São cafajestes que desvalorizam o País e não merecem o mínimo respeito da Nação, que em tempo não muito longo vai, sem dúvida, perceber que o golpe criminoso foi, antes de tudo e de qualquer coisa, contra o povo do Brasil. O maior exemplo de bandalheira dos corruptos que se aboletaram no poder sem legitimidade é a PEC 55, que congela os investimentos em saúde e educação de uma Nação de 210 milhões de habitantes por 20 anos. Durma-se com um barulho desse. Trata-se de crime contra a humanidade.
 
Enquanto a direita rouba o País por meio de um golpe vergonhoso e humilhante, servidor público como o delegado Márcio Anselmo fica a fazer leviandades em forma de factoides, pois suas acusações não têm a força da veracidade e a justeza de quem é justo. Quer fazer política, delegado? Entre num partido, de preferência de direita ou conforme sua ideologia, partidarismo e vá à luta. Agora, usar o cargo pago com dinheiro público não é de bom alvitre e nem republicano.
 
Lula tem de parar, assim acredita o delegado Anselmo, em seu facebook, no ano de 2014, ao afirmar: "Alguém segura essa anta, por favor!", para logo complementar suas palavras "sensatas" e plenas de "lógica": “O que é ser homem sério e de respeito? Depende da concepção de cada um. Para Lula realmente Aécio não deve ser” — escreveu o delegado Anselmo ao defender seu candidato de preferência e a rebater as palavras de Lula, que disse que Aécio não era “homem sério e de respeito”.
 
Não sei se o delegado tão "cônscio" de suas responsabilidades e tão "apartidário" ainda pensa a mesma coisa sobre o playboy golpista das Minas Gerais. Afinal, Aécio Neves é o megadelatado da Lava, juntamente com o também entreguista e golpista *mi-shell temer, o sujeito que está a destruir a economia do País e a indignar até os mortos e os extraterrestres. Então, vamos à pergunta que não quer calar: "Será que o delegado Anselmo mudou de opinião em relação ao playboy golpista?" Com a resposta, o próprio servidor público.
 
Para quem não sabe, o delegado federal também questionou o pleno direito de Lula se defender das acusações ao apresentar um pedido de habeas corpus ao Supremo, e disse a seguinte pérola de conotação fascista, policialesca — a verdadeira meganhagem ao estilo Dops: “Vamos ver agora se o STF aguenta ou se vai danieldantar”. Márcio Anselmo estava a se reportar ao banqueiro Daniel Dantas, que foi solto pelo Supremo Tribunal Federal, com HCs concedidos pelo juiz Gilmar Mendes.
 
Essa gente maledicente e calculista dá uma conotação como se o caso de Lula fosse mero negócio, quando a verdade o que está em jogo é a sua candidatura a presidente e o destino do Brasil, porque implementaram à força o programa ultraliberal do PSDB por meio de um golpe das bananas, mas violento. Um programa que foi derrotado quatro vezes nas urnas e mesmo assim está a ser imposto ao povo brasileiro e principalmente a quem não votou no Aécio Neves e não vota em qualquer candidato do PSDB.
 
Pobre do País que tem membros do Judiciário a fazer indevidamente política, a tal ponto de serem pilares de um golpe criminoso de estado. Se quiserem cometer injustiça e prender o Lula sem provas que o prendam e aguentem as consequências. Agora se quiser parar o Lula só depois de morto. Lula não roubou. É isso aí. 
 

09:29 Gepost door Rudoris | Commentaren (0) |  Print

De commentaren zijn gesloten.