09-06-14

Despesas de Uma Micro-Firmeta (Imagina, as de uma Macro-Empresa!!)

Para uma compreensão melhor dos desafios que uma micro empresa, tipo Papelaria, enfrenta no Brasil, não só para abri-la como para manter-se viva, numa lojinha qualquer, representando praticamente sempre um negocio insustentável, abaixo estão relacionadas algumas das suas obrigações financeiras e despesas em geral, numa ordem não pré-meditada:

Para poder iniciar as suas atividades deverão ser obtidas os seguintes documentos e pagos os seguintes valores:

"Alvará de Funcionamento", com aprovação pela CREA (envolvendo desenhos, portanto um arquiteto registrado), o "Habite-se" e o "Memorial Descritivo". Também deverão ser obtidos os registros Municipal, Federal e Estadual, além do Certificado Digital, Estadual.

Deverão ser compradas as mercadorias pagas através de liquidações de boletos, embutindo os Impostos sobre a Circulação de Mercadoria e de Serviços (ICMS) e sobre Produtos Industrializados (IPI), além do valor do frete.

Deverão ser comprados os moveis, iluminações, computadores, equipamentos, maquinas registradores, prateleiras, ar condicionados e ventiladores, etc..

Despesas anuais:

- atestado de regularidade para com o Corpo de Bombeiros, principalmente no que tange aos diversos tipos de extintores e às instalações elétricas da loja: R$ 300,00;

- taxa anual do Corpo de Bombeiros calculado sobre o valor do Imóvel ocupado (a Loja, neste caso): R$ 300,00;

- recarregamento anual dos extintores de fogo: R$ 150,00;

- compra de tapete para a entrada da loja, com o nome de fantasia da Empresa: R$ 150,00;

- IPTU (Imposto Municipal calculado sobre o valor da Propriedade do Imóvel, neste caso, uma Loja): R$ 1.000,00;

- cartão SIM (Taxa de Inscrição Municipal do seu negocio): R$ 300,00;

- conserto e manutenção das persianas usadas para conter a luz do sol: R$ 150,00;

- confecção de calendários e brindes para o final de ano: R$ 300,00;

- panfletos e propaganda do seu negocio: R$ 200,00;

- férias e 13º salário da sua funcionaria, atendente de balcão: R$ 1.600,00;

- dois uniformes para sua funcionaria, com logotipo da Empresa: R$ 200,00;

- blocos de Recibos, Conta Correntes, Notas Fiscais de Serviços Prestados e de Venda, blocos de Rascunhos, de Recados e dos Pedidos: R$ 500,00;

- provisão para assaltos, furtos, cheques sem fundo e roubos: R$ 1.000,00;

- provisão para produtos com validade vencida: R$ 500,00;

- provisão para pagamento de propina a fiscais municipais e estaduais: R$ 1.000,00;

- provisão para clientes com conta correntes que deixem de pagar abruptamente: R$ 500,00;

- provisão para produtos devolvidos, não reembolsados pelos fornecedores, como pendrives, grampeadores, colas, canetas, hidro-cor, pilotos, papeis amarrotados e amarelados, etc.: R$ 1.000,00.

Despesas mensais:

- aluguel: R$ 2.500,00;

- condomínio: R$ 300,00;

- taxas extras, eventualmente: R$ 50,00;

- conta de luz: R$ 450,00;

- conta do telefone: R$ 200,00;

- contador da sua Empresa: R$ 300,00;

- sacolas para os clientes, sendo usado três tipos: R$ 50,00;

- aluguel para as maquinas de credito (Visa/Hiper..): R$ 200,00;

- contrato de manutenção para as maquinas acima: R$ 100,00;

- taxas para usar os cartões de crédito: R$ 300,00;

- despesas bancarias: R$ 30,00;

- bobinas para a emissão das notas fiscais eletrônicas: R$ 20,00;

- toner para as copiadoras: R$ 150,00;

- cilindros para as copiadoras: R$ 100,00;

- cartuchos para as impressoras: R$ 100,00;

- custo da manutenção para as copiadoras, maquinas de fax e computadores e mais o seu conserto, quando necessário: R$ 250,00;

- provisão para faxina, troca de lâmpadas e reatores queimados: R$ 300,00;

- salário de uma funcionaria de balcão: R$ 800,00;

- almoço e transporte para a funcionaria acima: R$ 200,00;

- água para a funcionaria acima: R$ 25,00;

- pagamento de FGTS e INSS para a funcionaria acima: R$ 150,00.

Em conclusão, para poder faturar, primeiro tem que comprar. Com uma despesa fixa alta, deverão ser dobrados, no mínimo, os valores pagos na aquisição, para poder chegar aos preços de venda, sem significar garantia de LUCRO, mas quando os clientes chegam e perguntam o preço de qualquer mercadoria, na mesma hora, TU ES CHAMADO DE LADRÃO e escuta a promessa de que chamarão um Fiscal Municipal (inclusive da PROCON), Estadual ou Federal, além de um representante do Ministério da Fazenda, por suposto sonegação do Imposto de Renda. Também prometem NUNCA MAIS voltar para a sua Loja.

Vai dormir com uma bronca destas!!

O ditado mais ouvido, neste caso, é que de grão em grão, a Empresa está enchendo o seu Papo.

Considerando que a loja é mais procurado para vender:

- um envelope, com preço entre dez e trinta centavos,

- um papel carbono, com preço de cinquenta centavos,

- um papel pautado, com preço de quinze centavos,

- uma capinha de plástico para guardar documentos pessoais, com preço de cinquenta centavos,

- uma cópia Xerox com preço de vinte centavos,

- um saco de plástico para documentos no formato A4 com preço de cinquenta centavos, etc., etc...

.. não será muito difícil imaginar quantos centavos de reais a Empresa tem que juntar, para poder pagar todas as despesas calculadas em milhares de REAIS...

16:12 Gepost door Rudoris | Commentaren (0) |  Print

De commentaren zijn gesloten.